sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Aluna do Ecoclube Júlio Dinis Premiada no Concurso Jovens Repórteres para o Ambiente


A Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), representante em Portugal da Foundation for the Environmental Education, premiou a aluna Mariana Sá Pinto, do Ecoclube Júlio Dinis, nos Concursos Nacional e Internacional do Projecto Jovens Repórteres para o Ambiente – na modalidade de fotografia.

Com a fotografia intitulada “Espelho” – captada ao amanhecer, e retratando a imagem de um antigo cais refletida nas águas calmas da Ria de Aveiro: paisagem de uma beleza singular, lembrando ao observador a importância da preservação deste ecossistema único – Mariana Sá Pinto obteve o 3.º prémio em ambos os concursos.


Foi assim premiada a criatividade e sensibilidade da Mariana, reveladas através do gosto que manifesta pelos assuntos relacionados com o ambiente. A fotografia premiada encontra-se publicada na página do Projecto Jovens Repórteres para o Ambiente na Internet através desta ligação.

domingo, 10 de junho de 2012

5.ª Marcha Pela Água Promoveu as Fontes de Ovar e Sensibilizou Para a Necessidade de Preservar Recursos Naturais

Sob o lema "cada um é uma gota, juntos formamos corrente", decorreu no passado dia 9 de Junho a 5.ª edição da Marcha pela Água - Marcha Azul.

Esta actividade, promovida pelo Ecoclube Júlio Dinis em colaboração com a Associação Amigos do Cáster e a Câmara Municipal de Ovar, levou cerca de 70 pessoas a percorrer as diversas fontes de Ovar com o objectivo de promover este importante património histórico e cultural da Cidade, bem como de sensibilizar para a necessidade de preservar a água enquanto bem escasso e indispensável à vida (de acordo com o preconizado na Declaração Universal dos Direitos da Água).

Assim, durante uma amena tarde de Sábado, os participantes neste percurso cultural e ambiental - que se tem realizado, anualmente e de forma ininterrupta desde a sua primeira edição, em 2008 - visitaram as duas fontes da Rua Alexandre Herculano (uma das quais está a ser alvo de obras de requalificação, a cargo da Câmara Municipal de Ovar), a Fonte dos Pelames (que está, igualmente, a ser intervencionada), a Fonte das Luzes, a Fonte da Arruela, a Fonte dos Combatentes (que foi alvo de obras de requalificação, concluídas em 2009) e a Fonte Júlio Dinis (cujas obras de valorização terminaram já este ano).

Conscientes da obrigação moral do Homem para com as gerações presentes e futuras em proteger a água enquanto necessidade vital, os participantes na 5.ª Marcha pela Água - Marcha Azul contribuíram, simbolicamente, para a educação ambiental e para a sensibilização da população.

Realce-se ainda que, durante o passeio, foi efectuada uma actividade de geocaching, relacionada com o tema, com atribuição de prémios à equipa melhor qualificada.

domingo, 30 de outubro de 2011

Galardão Bandeira Verde 2011

No passado dia 7 de Outubro, realizou-se em Oliveira de Azeméis a cerimónia de entrega do Galardão Eco-Escolas – Bandeira Verde.

A nossa Escola participou pela quarta vez no Programa Eco-Escolas no ano lectivo 2010/2011, tendo merecido a atribuição do galardão Bandeira Verde.


A Bandeira Verde é o certificado de qualidade ambiental da Escola. É o reconhecimento público do trabalho desenvolvido pelo Ecoclube Júlio Dinis em benefício de uma educação pelo e para o ambiente.

domingo, 16 de janeiro de 2011

Biodiversidade: Aves na Escola e na Cidade


Um dos nossos projectos que estamos a desenvolver, “Biodiversidade – Aves na Escola e na Cidade”, tem sido muito interessante, porque verificámos que algumas das Aves que vistam a Escola utilizam os comedouros que estão distribuídos no espaço exterior da Escola. Semanalmente colocamos alimento (sementes) nos comedouros. O nosso objectivo é tentar fixar algumas das espécies e identificá-las. Esperamos também que alguns dos ninhos que colocámos no recreio, possam vir a ser ocupados, tal como aconteceu no ano lectivo anterior!

domingo, 14 de novembro de 2010

Saída de campo à fonte dos Combatentes

No dia 27 de Outubro no horário do Ecoclube fomos á fonte dos combatentes recolher amostras de água.

A água daquela fonte estava cheia de algas!

Pegamos numa garrafa de plástico e enchemo-la com água e algas para depois, numa próxima sessão do Ecoclube visualizarmos ao microscópio.
Na fonte estava colocada uma placa que dizia “Água não controlada”.
 
 
 
Mas já na Escola, após a nossa observação, verificámos que, para além de várias espécies de microalgas, também estavam presentes alguns protozoários como amebas e paramécias. Estes microrganismos são utilizados como indicadores da qualidade da água e, normalmente, abundam em águas poluídas. Concluímos assim que a água daquela fonte não é própria para consumo.